Thursday, October 19, 2006

O QUE DEVE SER LEVADO EM CONSIDERAÇÃO AO PLANEJAR AS AULAS DE CIÊNCIAS?

As aulas de Ciências devem ser planejadas de acordo com os três momentos pedagógicos. Ao se planejar também, deve levar em consideração os conhecimentos prévios dos alunos, onde será associado os conteúdos curriculares com o seu cotidiano.
Existe um universo de conheciementos a serem aprendidos em se tratando de ensinar Ciências, e o professor pode planejar em utilizar outros recursos em sala, como imagens, vídeo, e até mesmo a construção de objetos que gerem uma melhor aprendizagem. Reservar um tempo para a aplicação de projetos, de estudos de textos e outros meios é de real importância na hora do planejamento voltados para o ensino de Ciências. A utilização de recursos lúdicos ajuda a mexer com o visual, com a criatividade dos alunos, e devem ser considarados no planejamento um espaço para o desenvolvimento de atividades que não só enriqueçam o conhecimento, como permita a participação dos alunos na descoberta e na aquisição do mesmo.


POR QUE PLANEJAR?


Porque planejar não é improvisar, pois está relacionado com o objetivo de se alcançar uma boa qualidade de ensino. A importância do planejamento consiste em uma ferramenta que o professor utiliza em organizar os conteúdos conforme a dinâmica da sua metodologia de ensino. Assim, planejar é prever e organizar as ações com determinadas finalidades para se alcançar as mudanças desejadas.
A necessidade do planejamento está enfocada também em conseguir alcançar o aluno em seu contexto e o envolver com os conhecimentos que serão transmitidos. Daí o planejamnento serve para atingir o estudante em sua realidade com o objetivo de promover uma aprendizagem significativa; pare que a prendizagem alcance a todos, primeiro deve-se permitir que os alunos alcance-nos com seus saberes, pois só assim, conhecendo suas dificuldades pode-se produzir uma educação inclusiva e produtiva.
Assim, o planejamento pode ser considerado um processo pelo qual se começa pelos conhecimentos prévios dos alunos, utilizando-se de várias atividades que visam a aprendizagem dos conteúdos programados. Além disso tudo, o planejamento serve também como uma maneira de o professor avaliar seu ensino, com o objetivo de melhorar a qualidade do mesmo.



Tuesday, September 19, 2006

Discussão Em Equipe, Sobre o Mapa Conceitual

O Mapa Conceitual construído demonstra que a relação Professor-aluno é essencial na construção da aprendizagem. Assim, é dessa relação que surgiram as "nuvens" no nosso Mapa.
Com isso, o aluno é visto como um sujeito que interage com o professor, trazendo para sala suas vivências e seu saber cotidiano. Partindo do conhecimento cotidiano, o mediador utiliza o saber científico e com a ajuda da tecnologia amplia-se o campo de estudo, buscando a construção da aprendizagem significativa.
Portanto, vimos que sociedade, tecnologia, ciência, interdisciplinariedade, entre outros tópicos abordados e interligados, fazem parte do mundo da aprendizagem e das vivências dos alunos, sendo a missão do professor associar e desenvolver esses tópicos, com o objetivo de que o aluno alcance a aprendizagem e que ambos apliquem em seu cotidiano.

Thursday, September 14, 2006

Equipe: Adila, Adriana C., Andreia, Camila, Miriam, Tatiana

Sunday, September 10, 2006

SÍNTESE DO TEXTO E DOS COMENTÁRIOS

Texto: Dinâmica Da Produção Científica

A produção do conhecimento científico está interligada com o avanço tecnológico, sendo um dependente do outro. Esta dinâmica envolve a conectividade de Ciências, tecnologia, evolução e desenvolvimento da sociedade, além dos interesses dos grandes investidores e pesquisadores. É sobre esta gama de assuntos que se retrata o texto.
Apesar da grande evolução que a Ciência se encontra, esta não deve ser considerada como algo acabado, pois o conhecimento científico pode ser questionável. Daí entra o papel da dúvida, inerente à construção do aprendizado e que tem como função a reformulação do conteúdo dado. Além disso, ela pode ser usada como instrumento de pesquisa onde o professor é levado a investigar a dúvida levantada e fazer com que o aluno possa pesquisar também.
A produção do conhecimento pode ser discutido com a turma . Esta produção não é neutra, pois está vinculada aos intereses financeiros governamentais da época, sendo que o produto do conheciemnto não é neutro. Isto leva a um debate sobre a ética sobre o uso do conhecimento científico, analisando seus pós e contras. Com isso, vê-se um vasto leque que a dinâmica do saber científico traz para se expor em sala de aula.
Assim, a missão do professor começa por ensinar a linguagem científica, muitas vezes considerada difícil pelos alunos. Um bom ponto de partida para isso é usar o saber cotidiano do aluno para o aproximar do saber científico; ensinar, assim, que é importante para ele dominar este saber, pois facilitará seu domínio no mundo científico e globalizado. Desse modo, é preciso que o professor reflita sobre que tipo de Ciências entá incutindo em seus alunos, principalmente numa era tecnológica e globalizada. Portanto, a abordagem Ciências e Tecnologia estão interligadas, pois o avaço da Ciência depende da Tecnologia e vice-versa. Esta dupla, além de fazer parte do cotidiano e do saber escolar, está responsável também pelas transformações sociais , pelos benefícios (na área biomédicas) e conflitos (problemática da máquina ocupar a vaga de um trabalhador). Assim, a classe reflete não só sobre as transformações tecnológicas do mundo, como também a história dessas transformações, abrindo-lhe um leque de conteúdo para entender melhor o mundo em que se vive. Neste quesito, entra a importâmncia em conhecer e dominar os padrões de escalas globalmente aceitas e usadas na linguagem científica. Este conhecimento em escalas possibilitará não só sua inclusão no saber científico, como também o ajudará na linguagem relacionada coma as escalas, utilizada no seu dia-a-dia para se comunicar.
Além disso, outra forma de levar o aluno a interagir nesse mundo globalizado e trabalhar com um grande número de informações é a digitalização, incluindo nesse item, a importância em saber "filtrar" as informações encontradas.
Sendo assim, tudo que está sendo abordado no texto leva o professor a organizar seus temas de trabalho de modo a serem compatíveis com os conteúdos atualizados, chegando ao consenso de que Ciências também tem suas articulações.
Portanto, o orientador além de mediar o saber comum do científico, deve ter a consciência de que o conhecimento científico evolue; assim, ele precisa ter o interesse em atualizar-se, pesquisando em revistas, sites, seminários, ou seja, deve estar sempre se reciclando e ultrapassando seus conhecimentos, não se detendo somente no livro didático na sua importante missão em transmissor de conhecimento instigador de reflexões.

Tuesday, September 05, 2006

PERGUNTA n. 8

8. Como é possível permitir que o aluno se aproprie da estrutura do conhecimento científico e de seu potencial explicativo e transformador?

Utilizando o conhecimento real e relacionar ao científico, dando subsídios para que o aluno articule, questione e associe os conhecimentos às realidades cotidianas com o objetivo de entrelaçar ambos os conhecimentos.

Enfim, é preciso trazer a vivência cotidiana do aluno, sua visão de mundo para a sala de aula, interagindo sua realudade ao saber científico.

Tuesday, August 29, 2006

Eventos Acadêmicos II

II Semana Animal

Tema: "Em Busca De Uma Ética Animal"
Local: FTC - Paralela
Período: 4/10 até 9:00 horas - entrada franca
4 a 10 de outubro

Programação Matutina:
Palestras - "Abolicionismoa Animal", "Posse Responsável", "Biologia e Ética Animal".
Programação Diurna:
Mostra de Vídeo - " A Marcha dos Pinguins", "A Carne é Fraca", "A Revolução dos Bichos"
" Vida de Cavalo", "Não Matarás".

Mini-Cursos
- Conservação da Vida Marinha
- Comportamento Animal
- Manejo e Conservaçãp da Fauna Silvestre
- Educação Ambiental: Construindo Ferramentas para a Conservação
da Fauna Brasileira

Valor: até 30/09 um mini-curso será no valor de 12 reias

Inscrição para os mini-cursos: de 5 a 10 de outubro, às 14 horas
Local da Inscrição: No stand da FTC ou no site www.semanadoanimal.com.br
Informações: 8829-1586/ 8822-6289 ou no próprio site.

Eventos Acadêmicos

II Ciclo de Seminários

Tema: Discutindo o Ensino de Ciências
Local: Faculdades Integradas Olga Mettig - Rua da Mangueira, n. 33 - Nazaré
Período: 13/09 - O Ensino Da Química - linguagem cotidiana e científica
04/10 - O Ensino da Física- linguagem cotidiana e científica
08/11 - O Ensino da Biologia - linguagem cotidiana e científica
22/11 - Diversidade e práticas educativas nos cursos de
Ciências e Química
Horário: 14 às 18 horas
Inscrição: Faculdade Olga Mettig
Entrada Franca